• Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz

  • lgmota

Queda do emprego leva brasileiros para o trabalho autônomo

Pesquisa do IBGE mostra que 20% da população se enquadra na modalidade “trabalho autônomo”. Este é o maior patamar regristrado desde dezembro de 2006. Para especialistas, os números são resultado do aumento do desemprego no país. Grande parte dos autônomos está na faixa etária em que a taxa de desocupação cresceu 65% no último ano. Eles têm entre 25 e 49 anos, sustenta a família e não pode esperar por uma oportunidade formal de trabalho. Em média, os autônomos ganham menos do que os trabalhadores CLT. (Folha)


A meta brasileira é reduzir 37% da emissão de gases de efeito estufa até 2025. Segundo ambientalistas, o corte é menos ambicioso do que o esperado e que o prazo para mudanças é muito amplo. O objetivo, apresentado por Dilma na Conferência para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, deverá ter impactos na eliminação do desmatamento e nos investimentos em energias renováveis. Até 2030, a meta é reduzir a emissão em 43%. O Brasil é o primeiro país emergente a apresentar metas na ONU. (Globo, Estadão)



A relação endividamento e capacidade de geração de caixa das empresas, chamada de alavancagem financeira, piorou de forma alarmante desde o início da crise econômica. De acordo com agências de risco, a alavancagem de empresas no Brasil devem fechar o ano em 4,5 vezes (valores acima de 3 são considerados alarmantes para o mercado). De acordo com o Merril Lynch, a relação em empresas que acompanha já chegou a 5 vezes – valor ligeiramente acima dos níveis de 2002, quando a eleição de Lula gerou grande turbulância nos mercados. Em 2010, o valor dessa relação era de 2 vezes. (Valor)


#desemprego #ONU #meta #emprego #criseeconomica #clima

0 visualização