• lgmota

Peru cancela contrato com Odebrecht

NÃO É BEM VINDA

O governo peruano rescindiu contrato com a Odebrecht. A empreiteira iria construir um gasoduto no país. O presidente do Peru, Pedro Paulo Kuckynski, ainda declarou que a empresa deveria vender seus projetos locais e deixar o país. A Colômbia também já cogitou anular contratos com a Odebrecht.

CULPADA

A Odebrecht admitiu ter pago US$ 29 mi em propinas no Peru, entre os anos 2005 e 2014. Após as delações, um ex-funcionário do governo local foi preso.

POR AQUI

O pedido de urgência para a delação da Odebrecht pode acelerar a escolha do novo relator. O pedido foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Nessa situação, a presidente do STF pode assumir o caso e ser analisada durante o recesso. A delação só poderá ser homologada após a conclusão dos depoimentos e a análise dos termos do acordo.

DEPOIMENTOS

As audiências com os delatores da Odebrecht começaram nessa terça (24) e devem terminar na próxima sexta.

RIO DEPENDE DO STF

O acordo de recuperação fiscal em negociação entre governo federal e o estado do Rio depende de aprovação do STF. Hoje, não há base legal para que a União assine contratos que implique a suspensão de pagamento de dívidas com os estados. Um projeto de lei complementar sobre o assunto vai ser enviado ao Congresso. Antes disso, qualquer acordo só pode ser efetivamente implementado se o Supremo conceder liminar antecipando os efeitos da lei.

UM FERIDO A CADA OITO HORAS

Em média, três baleados por dia dão entrada nos principais hospitais públicos do Rio. Os dados são de um levantamento nas emergências do Souza Aguiar, Salgado Filho e Lourenço Jorge, durante 2016.

POST SCRIPTUM

O filme La La Land tem 14 indicações para o Oscar! Ouça no Spotify

#propina #projetodelei #delação #Peru #Odebrecht #Spotify #Colômbia #liminar #Oscar #STF #dívidapública #CongressoNacional #RiodeJaneiro

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz