• lgmota

Governo reduz a meta fiscal e pode fechar o ano no vermelho

O corte na meta fiscal de 2015 aumento as incertezas do mercado quanto a capacidade do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, por as finanças do país em dia. A meta caiu de 1,13% do PIB (R$ 66,3 bi) para 0,15% (R$ 8,74 bi). Mesmo com a redução, o Planalto pretende mandar para o Congresso um projeto que flexibiliza a política fiscal e permite que as contas do governo fechem no vermelho. A previsão dos especialistas é que o setor público feche com défict primário de 0,3% do PIB (R$ 17,7 bi). (Folha, Estadão, Valor)

Nas regiões metropolitanas do Rio e Curitiba, a inflação já alcançou a marca de dois dígitos. Pelo IPCA-15 Rio apresenta uma inflação de 10,4% e, no Paraná, está em 10,73%. No país, o PICA-15 foi de 9,25% – o maior desde dezembro de 2003. Especialistas estimam que a inflação se mantenha em 9% até o final do ano (Globo)

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz