• lgmota

Familiares e amigos de Lula envolvidos em propina

Delatores da Lava Jato acusaram o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, de ter pago propina de US$ 5 mi a Nestor Cerveró. A época, Cerveró era diretor internacional da Petrobras. O montante foi pago pelo Grupo Schain pelo contrato de operação do navio-sonda Vitória. Bumlai seria uma espécie de avalista dos negócios do grupo Schaim, de acordo com investigações da Polícia Federal. Fernando Soares, também delator da Lava Jato, disse que fez pagamento de R$ 2 mi Bumlai. O dinheiro seria para a nora de Lula pagar uma parcela de imóvel. A negociação envolvia a OSX e a Sete Brasil. O Instituto Lula disse que o ex-presidente nunca autorizou o amigo a pedir dinheiro e nenhuma nora recebeu repasses. Bumlai negou as denúncias. (Estadão, Folha)




A CPMF não será mais considerada no Orçamento de 2016, afirmou Ricardo Barros, relator do projeto de lei orçamentária, no Congressos. A declaração vai de encontro com a posição de Joaquim Levy, ministro da Fazenda. Levy reafirmou, em depoimento na Câmara, que a CPMF é imprescindível para fechar as contas do governo no próximo ano. A mudança de posicionamento no Congresso é reflexo do sucesso de Lula com a reforma presidencial e a mudança de discurso de Dilma. Interlocutores do governo afirmam que agora falta apenas a saída do ministro da Fazenda, que ainda não tem data para acontecer, mas já é dada como certa. A troca é esperada para depois que o Congresso ratificar os vetos de Dilma às mudanças feitas nas medidas do ajuste fiscal. Levy teria sido nomeado para impedir a perda do grau de investimento, missão que não cumpriu. (Valor)


#reformaministerial #altadodólar #propina #CPMF #JoaquimLevy #CâmaradosDeputados #EduardoCunha #orçamento #Lula #OperaçãoLavaJato #MinistériodaFazenda

1 visualização
  • Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz