• lgmota

Em três minutos, PMDB confirma saída do governo


VAPT VUPT Em reunião de três minutos, o PMDB confirmou a sua saída da base aliada do governo. O vice-presidente, Michel Temer foi o articulador da decisão. Sem o apoio da maior bancada do Congresso, fica mais difícil Dilma conseguir o fim do processo de impeachment, em análise na Câmara. Outros partidos devem acompanhar a decisão do PMDB nos próximos dias, como o PSD e o PP.

ESVAZIANDO AS GAVETAS Ao decidir pela saída do governo, os filiados do PMDB devem devolver os cargos que ocupam na administração federal. A devolução deve ocorrer até 12 de abril.

HÁ VAGAS Com a devolução dos cargos do PMDB, nas próximas semanas, o Planalto pretende ‘repactuar’ com os partidos ainda da base essas posições. Entre os postos que ficarão vagos estão ministérios cobiçados como Turismo e Esportes. Há também cargos em estatais e bancos públicos.

DAQUI, NÃO SAIO Três ministros se recusam a deixar os postos: Kátia Abreu (Agricultura), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Marcelo Castro (Saúde). O PMDB não pretende punir os dissidentes.


POST SCRIPTUM O juiz Sérgio Moro pediu desculpas ao Supremo Tribunal Federal pela polêmica causada na divulgação de gravações de Lula em conversa com Dilma Rousseff. Moro reiterou que a divulgação não teve propósito político-partidário.

#PMDB #MinistériodaAgricultura #MinistériodaSaúde #PP #ministérios #MinistériodaCiênciaeTecnologia #impeachment #PSD #CâmaradosDeputados #SenadoFederal #MichelTemer #STF #SérgioMoro #escutastelefônicas

1 visualização
  • Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz