• lgmota

Chile e Peru fazem parte do acordo que envolve 40% da economia mundial. O Brasil, não

Estados Unidos, Japão e outros dez países do Pacífico fecharam acordo histórico para redução de barreiras comerciais. A Parceria Transpacífico vai envolver 40% da economia mundial. Analistas consideram um alerta. A abertura comercial e a convergência regulatória vai desviar o fluxo de comércio do Brasil para outros países do grupo. Os vizinhos brasileiros Chile e Peru fazem parte do acordo. (Valor)


Apesar da tentativa do governo em adiar o julgamento das pedaladas fiscais, o Tribunal de Contas da União mantem o julgamento nessa quarta-feira. A esperança ainda é o afastamento do ministro Augusto Nardes. O pedido de saída do relator foi solicitado pela Advocacia-Geral da União sob argumento de que ele teria antecipado o seu voto. A análise do pedido da AGU vai ser feita antes da votação das pedaladads. A tendência é que o plenário da Corte rejeite a troca do relator. Caso isso aconteça, Dilma pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal para anular o julgamento das suas contas. (Estadão, Folha)



A empresa holandesa SBM assinou acordo de leniência com a Controladoria Geral da União. Acusada de pagar US$ 139 mi em propinas em troca de contratos com a petrobras, a SBM vai devolver R$ 1 bi a estatal. (Globo)


#EUA #propina #pedaladasfiscais #AGU #TCU #AcordoTranspacífico #Petrobras #STF #DilmaRousseff

0 visualização
  • Facebook
  • Twitter

© 2010 by AntBuzz